Escolhendo o seu Papel de Parede

 

 

 

 

Escolhendo seu Papel de Parede

 

 

blog1_862x597_JPEG

Quando você quiser valorizar um local, o papel de parede é a opção mais eficiente para quem quer mudar a cara do ambiente. Além de decorar, o papel de parede é fácil de instalar e possui maior resistência à sujeira que a pintura. O papel renova o ambiente, sem que seja necessário todo o tempo e trabalho empregado em reformas que utilizam pinturas. Versáteis, eles podem revestir paredes de escritórios, corredores, hall, salas de estar e jantar, quartos e lavabos. O papel de parede é capaz de refletir o estilo do dono do imóvel além de sofisticar e conferir personalidade.

O surgimento do papel de parede ocorreu na China, aproximadamente 200 anos antes de Cristo. Inicialmente era produzido de forma rudimentar, em papel de arroz, totalmente branco, sem qualquer tipo de detalhe decorativo. Mais tarde, começou a ser produzido em pergaminho vegetal, ganhando cores e motivos. Nessa época os artesãos criavam as pinturas à mão. Posteriormente vieram os carimbos de madeira decorativos, que embebidos em tinta, imprimiam os desenhos. As tiras resultantes desse trabalho, seriam coladas na parede, sofisticando os palacetes de mandarins e de ricos comerciantes. Essa arte era considerada segredo de estado para os chineses, até que em 751 A.C. na Batalha de Tallas, o exército árabe forçou um grupo de artesãos chineses a produzirem o papel, levando a técnica para o Oriente Médio.

A partir dos séculos XVI e XVII, a Europa passou a ter mais contato com a China, onde através dos árabes, o papel de parede foi difundido no território europeu, e conquistou o mundo.

 

                                          Potencializando os efeitos do papel de parede

 

Criar efeito mais íntimo – Motivos pequenos e bem concentrados, combinados com cores quentes criam esse efeito. Caso a aplicação seja estendida até o teto, criará a ilusão de que o teto é mais baixo. Se escolher cores como violeta, azul e verde com tonalidades claras resultaram num ambiente calmo e tranqüilo.

blog2_800x554

 

 

 

Criar uma divisão maior - Deve-se optar por papéis de cores claras que ajudam a ampliar o ambiente. Riscas verticais também auxiliam na ilusão de que o teto é mais alto. Combinar cores pastéis com riscas verticais resultará na ilusão de um quarto mais amplo e mais alto. Se optar por um quarto mais largo, aplique o papel de parede na horizontal.

blog3_800x554_JPEG

 

 

 

Divisões grandes – Grandes espaços suportam bem grandes padrões e juntamente com uma boa iluminação vão criar um ambiente extraordinário. Ao contrário de motivos ou cores muito sutis que podem tornar esta divisão grande em uma área fria, desconfortável ou pouco convidativa.

blog5_800x554_jpeg

 

 

 

Efeito dramático – Para este efeito, recomenda-se a utilização de cores escuras. Pode ser inserida iluminação direta em quadros ou outros elementos decorativos nas próprias paredes ou escolher uma única parede do ambiente e instalar o papel com um padrão imponente.

blog10_800x554_jpeg

 

 

 

 

Quartos infantis – Para não se cansar em pouco tempo, a escolha deve ser um meio-termo entre padrões de bebê e de criança. Meninos preferem cores verdes, azuis e amarelo claro, meninas optam por rosa, lilás e amarelo.

blog6_800x554_jpeg

 

 

 

Padrão grande – Ideal para locais com grande atividade e passagem de pessoas - tais como hall de entrada, corredor, banheiro, área de serviço ou sala de jantar formal.

blog7_800x554_jpeg

 

 

 

Padrão pequeno – Recomendado para ambientes do cotidiano, tais como sala de estar, quarto ou escritório.

blog8_800x554_jpeg

 

 

 

Riscas e quadrados – Para que esse tipo de estampa tenha o efeito desejado, é preciso verificar com antecedência se todas as paredes são de fato “quadradas”, pois caso não sejam, a estampa do papel de parede com listras e quadrados podem não alinhar perfeitamente, especialmente em torno de portas e janelas.

blog9_800x554_jpeg

Os comentários estão fechados.